Licenciatura em Engenharia das Indústrias Agrárias e Alimentares

Apresentação

A Licenciatura em Engenharia das Indústrias Agrárias e Alimentares tem uma grande saída profissional, dada a crescente demanda de engenheiros formados especificamente neste campo. As indústrias agroalimentares sentem, cada vez mais, a necessidade de inovar e diferenciar-se da concorrência, para isto, requerem engenheiros especializados neste ramo de conhecimentos e capazes de enfrentar os desafios de um mercado globalizado e em constante evolução.

O plano de estudos da Universidade Internacional do Cuanza conta com uma base de conhecimentos do ramo das ciências e da engenharia que é complementado com outras matérias focadas nas necessidades actuais da indústria agroalimentar: produção de matérias-primas, engenharia e tecnologia dos alimentos, economia, organização e gestão. Além disso, a Licenciatura em Engenharia das Indústrias Agrárias e Alimentares capacita para o exercício da profissão regulamentada de Engenheiro Técnico Agrícola, em sua especialização em Indústrias Agrárias e Alimentares.

A Universidade conta com instalações modernas que incluem laboratórios técnicos (Bioquímica e Fisiologia, Bromatologia e Tecnologia de Alimentos, e Tecnologia Culinária), onde o aluno poderá desenvolver amplamente as competências práticas e realizar Projetos transversais como os que encontrará posteriormente no mundo profissional.

Competências

O profissional que culmine satisfatoriamente a Licenciatura em Engenharia das Indústrias Agrárias e Alimentares estará qualificado para:

  • Organizar processos produtivos ideais nas indústrias Agrárias e Alimentares.
  • Modelar processos na indústria agroalimentar para assegurar uma adequada gestão da qualidade e segurança alimentar.
  • Utilizar aplicações de biotecnologia na Engenharia agrícola e pecuária para otimizar a produtividade.
  • Resolver problemas de transferência de tecnologias no campo agrário e alimentar industrial.
  • Administrar efetivamente a produção, protecção e exploração animal, assim como as possibilidades de melhoria genética.
  • Desenvolver de forma exitosa a resolução de problemas na Engenharia agrícola aplicando conhecimentos de matemática, física, geologia, morfologia do terreno e climatologia.
  • Avaliar e corrigir o impacto ambiental dos processos e tecnologias produtivas agroalimentares.
  • Participar de maneira efetiva em grupos multidisciplinares, contribuindo com criatividade e aplicação de conhecimentos básicos à resolução de problemas complexos.
  • Comunicar-se acertadamente no idioma inglês de forma oral e escrita.

Saídas Profissionais

  • Gestão e controlo dos processos de produção de alimentos: elaboração de óleos e gorduras, processamento de frutas e hortaliças, cereais, produtos lácteos, cárneos, produtos da pesca, conservas, alimentos fermentados, especiarias, bebidas estimulantes, edulcorantes, novos alimentos, etc.
  • Engenharia e consultoria: criação, construção, montagem, pesquisa e desenvolvimento tecnológico de maquinário, instalações e controlo de processos. Modelização e otimização de processos.
  • Direção técnica: de empresas e indústrias do sector alimentício, assim como técnico de comercialização e marketing.
  • Outros sectores: empresas de acreditação e certificação, entidades de aplicação e acompanhamento de programas de qualidade, centros de PD&I, entidades bancárias, de avaliação e seguros, e sector administrativo e educacional.

Formação Bilíngue

Formação para um mundo sem fronteiras

Inglês e Espanhol: fundamentais tanto para o presente como para o futuro

Atualmente, uma das ferramentas imprescindíveis na comunicação internacional e a chave que abre as possibilidades para encontrar um bom emprego, tanto em Angola como no restante do mundo é poder comunicar-se em idiomas como o inglês e o espanhol.

Em nosso país, 80% das ofertas de trabalho já pedem um excelente domínio de idiomas e, em muitas ocasiões, este critério é colocado acima de outros como o currículo ou a trajetória profissional.

Por isso, a Universidade Internacional do Cuanza considera a importância da aprendizagem de línguas entre os estudantes de graduação e incentiva-os a matricularem-se, desde o primeiro ano, nas turmas de reforço para concluir com êxito as disciplinas oferecidas em outros idiomas ao longo do curso.

Deste modo, independentemente de seu nível inicial, com um plano de apoio global baseado em tutorias, materiais específicos e grupos de trabalho muito reduzidos, o aluno pode acompanhar as aulas em um sistema bilíngue português/inglês e português/espanhol  de maneira progressiva e, ao finalizar os estudos, terá adquirido competências bilíngues para o exercício de sua profissão.

Titulação

Licenciatura em Engenharia das Indústrias Agrárias e Alimentares

Plano de estudos

SEMESTRE 1
DISCIPLINA HSEM
Física A 120
Matemática A 120
Espanhol I 120
TIC 120
Língua Portuguesa I 120
SEMESTRE 2
DISCIPLINA HSEM
Física B 120
Matemática B 120
Espanhol II 120
Desenho Técnico 120
Química A 120
SEMESTRE 3
DISCIPLINA HSEM
Matemática I 120
Física 120
Biología 120
Bioquímica 120
Química 120
SEMESTRE 4
DISCIPLINA HSEM
Informática 120
Eletricidade e Eletrônica 120
Microbiologia e Parasitologia 120
Topografia 120
Estatística 120
SEMESTRE 5
DISCIPLINA HSEM
Matemática Numérica 120
Fundamentos de Engenharia de Procesos 120
Bromatologia I 120
Tecnologia Elétrica 120
Inglês I 120
SEMESTRE 6
DISCIPLINA HSEM
Hidráulica e Hidrologia 120
Mecânica de Fluidos 120
Administração da Produção e Logística 120
Edafologia e Climatologia  120
Inglês II 120
SEMESTRE 7
DISCIPLINA HSEM
Produção de Matérias-Primas Vegetais 120
Produção de Matérias-Primas Animais 120
Higiêne, Qualidade e Segurança Alimentar 120
Tecnologia de Frío e Calor 120
Gestão da Empresa 120
SEMESTRE 8
DISCIPLINA HSEM
Processamento de Alimentos de Origem Vegetal 120
Processamento de Alimentos de Origem Animal 120
Instalações Elétricas de BT, Luminotecnia 120
Resistência de Materiais 120
Tecnologia de Industrías Agroalimentarias 120
SEMESTRE 9
DISCIPLINA HSEM
Gestão de Resídos e Aproveitamento de Subprodutos 120
Otimização da Produção e Valorização de Alimentos 120
Construções 120
Projetos 120
Engenharia das Explorações Agropecuárias 120
SEMESTRE 10
DISCIPLINA HSEM
Produção e Proteção de Cultivos 120
Estágio Curricular 360
Trabalho de Fim de Curso 240

Perfil de entrada

Definição dos requisitos necessários para acesso ao curso:

  • Comprovação de conclusão do ensino médio
  • Para a Licenciatura em Engenharia das Indústrias Agrárias e Alimentares o candidato deve ter feito o médio nas áreas de engenharia e tecnologias, ou ciências exatas
    Pedir Informação
    Informações